Isto não é uma poesia

não sabia quase nada

hoje sei menos ainda
não sei o que se passa
e sou mais feliz assim
de tudo o que conquistei
ficou aquilo pelo que não batalhei
mas pelo que me apaixonei
eu, a egoísta
a adúltera infiel
a workaholic
que poderia esperar da vida o pior
e ganhou o melhor
eu, a agradecida
a embevecida
o amor em forma de carne
a doação em sangue e suor
a lealdade

os deuses sabem o que fazem
e, então,
eis que sou o que sempre fui
eu, a desgarrada
no meio de uma chuvarada
fazendo poesia
e poesia não serve pra nada!