o som e o silêncio

é no momento do silêncio,
entre uma nota e outra,
que meu corpo retoma,
na voz, o seu desejo

e deixa nele ecoar
o corpo do outro

…e o ensejo

é no momento do silêncio,
quando respiro e sustento,
que meu coração se revela,
e entregue, forasteiro,

ressoa nele
todo o seu intento…

…e vibra inteiro

é no momento do silêncio,
quando as passagens se dão,
que me conecto mais fundo…

ainda que por um segundo,

e este precioso instante
produz meu diamante:

tudo o que carrego
de mais intenso em mim
se lança no universo pela voz
para semear estrelas
e colher amplas ressonâncias
no mundo sem fim
das coisas sonoras

produzindo as reticências
que o meu canto
põe ao fim de cada tempo

para ampliar o espaço
de todo e qualquer lamento

para ampliar o dia
a toda e qualquer alegria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: