Eu sou o universo

Não serei o que quer que você queira que eu seja

Não posso
Acredite que o que se passa aqui dentro
Não é o que você vê
Você que não me conhece bem
E acha cabível conceber um mundo para mim
Eu concebo o meu mundo
E cada vez mais
Nele só cabe o que manda o meu desejo
E você vai achar bonitinho o que eu escrevo
Profundo…
E nem vai perceber que é pra você que eu falo
Para todos vocês que constroem
Sobre mim teorias e verdades
Eu busco sensibilidade
Estou à cata das evidências do amor-mundo
É isso que me move
E se eu esboço uma única palavra que seja
Sobre isto, o que escuto é uma risada
Ok! Tudo bem…
Eu vou continuar fazendo o que quero
E você vai continuar acreditando
Que me conquistou para sua seita
Eu não universalizo
Eu sou o universo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: